+55 11 4349 -1370

O TRABALHO NAS CICATRIZES COM OSTEOPATIA

Fique atualizado através de informações úteis para sua saúde física e mental.

Existem cicatrizes que devem ser trabalhadas para melhorar a parte estética e a funcional.

Mas como devemos trabalhar este tecido? Existem diversas técnicas com esta proposta:

Laserterapia – pensando em melhorar a cicatrização durante o processo ativo.

Terapia com ventosas – pensando em mobilizar os tecidos através da sucção e assim melhorar essa capacidade de deslizamento tecidual.

Massagens com fricção – A idéia principal destas técnicas é relesionar o tecido (sei que parece estranho) para permitir que a cicatrização ocorra no tempo dela e com a tensão na direção certa, permitindo maior mobilidade dos tecidos.

A Osteopatia irá utilizar as terapias manuais em geral, neste caso não é diferente. Então fará uso das massagens cicatriciais! Para elas o ideal é que não se use óleos, pois a fricção é importante.

Na maior parte dos casos ela deve ser realizada no sentido da cicatriz, de ponta a ponta.

Entenda que a pressão pode variar de leve a forte, dependendo do tempo de cicatriz. E nunca devemos trabalhar uma cicatriz manualmente (laser é uma excessão à esta parte) antes de 14 dias, antes de tirar os pontos ou enquanto ela está infeccionada.

A cicatriz tem capacidade de modelagem forte até 1 ano, após isso raramente a parte estética dela muda, embora a capacidade de mobilização dela quase sempre pode ser influenciada.

Vale lembrar também que este trabalho focando a parte estética e funcional é muito forte na Fisioterapia dermato-funcional, mas quando as repercussões globais estão presentes a Osteopatia trabalha muito bem.

Dr. Cláudio de Campos Gonçalves

CREFITO 3/175324-F

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts mais Lidos

Obrigado por ter se cadastrado em nosso site

Em breve entraremos em contato com novidades.

Nutrição Clínica é o tratamento de doenças por meio da Alimentação.

O nutricionista através de exames específicos é capaz de descobrir qualquer disfunção nutricional, como resistência à insulina, distúrbios alimentares ou dificuldade de absorção de nutrientes, entre outros.

A prevenção de enfermidades também é um dos focos da Nutrição Clínica.
 Veja abaixo algumas doenças que podem ser tratadas com orientação do nutricionista:

    1. Doenças Crônicas: Diabetes, hipertensão, aterosclerose e outras;
    2. Doenças Metabólicas: doença celíaca, intolerância à lactose e similares;
    3. Transtorno Alimentar: Bulimia, anorexia e compulsão alimentar;
    4. Magreza excessiva: IMC abaixo de 18,5;
    5. Obesidade e Sobrepeso;
    6. Desequilíbrio nutricional em atletas.